Novidades

Como a área de TICC pode inovar e ser Polo de Vanguarda em João Pessoa

Do(a) Portal WSCON por SucesuPB em 24.03.2017

Enquanto Brasília detona as Regras Trabalhistas no Pais e o Planalto corre para conter o enorme prejuízo com a Indústria de carne no País, empresários de João Pessoa de diversas áreas da Tecnologia da Informação e Comunicação - Softwares, Hardwares, Mídia Digital e todos os derivados - acabam de consolidar um novo APL - Arranjo Produtivo Local - de TIC adicionado da Cultura.

A tese e compromisso é gerar Políticas e ações para crescimento econômico e social de todo o segmento.

Nesta sexta-feira, 24, as coordenadoras Geral e Financeira de APL, Delma Aquino e Marília Araújo, mais o professor Paulo Cavalcanti Filho, coordenador do Plades e nossa pessoa como Articulador do Movimento estivemos no programa liderado por Gutemberg Cardoso, na TV MASTER, estivemos explicando todos os detalhes .

O QUE É E QUAIS OS OBJETIVOS

João Pessoa está defasada, fora da Rota de mais de 20 anos conquistados por Recife, Campina Grande e Natal, portanto, precisa se fazer presente neste contexto de Inovação reunindo empresas e instituições focadas no desenvolvimento sócio - econômico da cidade neste setor.

Por isso, a APL está em fase de consolidação formal com território delimitado na Grande João Pessoa mas tendo o Centro Histórico como ambiência de abrigo e valorização para ocupá-lo com Inovação e Cultura em interface focados em lucratividade e valorização .

Como disse, João Pessoa está defasada no campo regional de TIC e precisa agir, correr para conjuntamente com as empresas, Universidades - inclusive as Privadas, instituições de fomento, Sudene, Bancos, Federações da Indústria, Comércio, Sistema S, construir nova fase de Negócios e Excelencia.

CENTRO HISTORICO

O APL de TICC abrigará as empresas instaladas em todos os recantos sem nenhum problema, mesmo assim focará a ocupação gradativa do Centro Histórico de João Pessoa, carente de iniciativas de empresas privadas.

O Arranjo chega como elemento fundamental de reforço às políticas públicas tanto da Prefeitura e Governo do Estado. O esforço e maior desafio é unir todas as forças num só objetivo - gerar novo Ciclo econômico, social e cultural no mais belo e antigo patrimônio da cidade.

AS NOVAS FASES

Primeiro, precisa haver a formalização do APL para reconhecimento estadual e federal (Ministério do Desenvolvimento , Indústria e Comércio) podendo todas as empresas de TI e Comunicação mais Cultura fazerem parte do Arranjo.

Segundo, depois de construída esta fase haverá o Planejamento de Ações a curto, médio e longo prazos com focos e cronologia bem definidos para todos.

Uma das metas a curto prazo será criar o Centro de Excelência e Inovação "Professor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque" - mais importante Reitor da UFPB e do CNPQ no trato de investimentos na e na Tecnologia - no Centro Histórico de João Pessoa.

É isso. O foco é gerar crescimento de todos - empresas e instituições inserindo João Pessoa, que já tem grandes iniciativas relevantes na área de TIC - no contexto Nordeste de desenvolvimento na área tendo a Cultura como base de distinção.

ULTIMA

"Uma Andorinha só não faz verão"







Voltar

Associados

Veja todos os associados